Tite diz que Renan Lodi ficou de fora da seleção brasileira por não se vacinar

Renan Lodi

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

O técnico da seleção brasileira convocou nesta quinta-feira (13), 26 jogadores para defender a Seleção nos jogos contra Equador, em Quito, dia 27 de janeiro, e Paraguai, dia 1º de fevereiro, em Belo Horizonte. Na lateral esquerda, o treinador optou por chamar Alex Sandro, da Juventus, e Alex Telles, do Manchester United.

Renan Lodi, lateral-esquerdo do Atlético de Madrid foi titular por um bom tempo durante as eliminatórias para a Copa do Catar, durante uma grande parte do ciclo, mas segundo o treinador, o atleta não se vacinou, e perdeu a oportunidade de concorrer.

O técnico Tite disse em entrevista coletiva: “O que posso antecipar é que o Renan Lodi não pôde ser convocado pela não-vacinação. Ele perdeu a oportunidade de concorrer”

Ainda completou: “Eu, particularmente, entendo que a vacinação é uma responsabilidade social. Eu trago comigo. Eu e minha família. Eu e meus netos. Queria ter meus pais, não tenho. Mas queria poder protegê-los”.

Lateral do Atlético de Madrid tomou apenas a primeira dose do imunizante contra Covid-19.

Passaporte de Vacina

Tite falou que a decisão também foi tomada pela exigência do passaporte de vacinação em outros países e sobre respeitar a decisão.

“Segundo aspecto é respeitando a parte das autoridades sanitárias de cada país. Renan Lodi não poderia entrar no Equador. Ele teve a primeira dose da vacina no dia 10. Não estaria apto de estar com a delegação”.

Ele ainda relembrou sobre o fiasco que foi o jogo entre Argentina e Brasil, quando mentiram na documentação sobre a quarentena dos jogadores.

“Respeitamos as leis deste país. Diferente do que aconteceu quando a Argentina veio e entrou com atletas sem autorização. Fizemos a nossa parte, entramos em campo. Ninguém vem aqui e faz o que quer. A Anvisa e a Polícia Federal fizeram o que tinham que fazer. Estou na expectativa da decisão final da Fifa. Pois em termos esportivos e termos legais fizemos tudo corretamente”.

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

VEJA MAIS