Ação contra LGBTFobia no SBT foi determinação judicial por fala de Patrícia Abravanel

Patrícia Abravanel

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

O SBT, de Sílvio Santos, colocou no ar, no início de janeiro, uma campanha contra a LGBTfobia. No vídeo, funcionários da emissora trazem informações sobre o assunto para conscientizar os telespectadores. Não pense, no entanto, o telespectador que a campanha partiu da boa vontade de seu dono.

O vídeo foi uma determinação da Justiça, após processo movido pela ABMLBTI (Associação Brasileira de Mulheres Lésbicas, Bissexuais, Transexuais, Travestis e Intersexos), contra a apresentadora Patrícia Abravanel em razão das suas falas ditas durante o programa que conduz no Sistema Brasileiro de Televisão pelas manhãs, o “Vem para cá”, transmitido em 01/06/21.

Direito à intolerância

A apresentadora disse na ocasião que os conservadores tinham o direito de ser intolerantes com a comunidade LGBTQIA+, pois ainda a sociedade estava aprendendo a lidar com a diversidade.

“Nós, que fomos educados com pais mais conservadores, estamos aprendendo, se abrindo. Mas acho que também é um direito [ser intolerante]. As pessoas deviam respeitar [a intolerância]. Por que não concordar em discordar? A gente pode ter opiniões diferentes, mas tudo bem”, disse a apresentadora no primeiro dia do mês em que é comemorado o Orgulho LGBT.

Relembre a fala de Patrícia Abravanel abaixo:

Confira a campanha contra LGBTfobia que deverá ser transmitida durante o mês de janeiro inteiro na emissora após a ordem judicial:

Fonte: Revista Fórum

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

VEJA MAIS