Defensor da cloroquina, Heinze testa positivo para Covid-19 pela segunda vez

Luiz Carlos Heinze

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

O senador Luiz Carlos Heinze (PP/RS), um dos maiores defensores do “Kit Covid” e demais tratamentos sem nenhuma eficácia comprovada contra o coronavírus, testou positivo para a doença. Esta é a segunda vez que o parlamentar é infectado, a primeira foi em novembro de 2020.

De acordo com a assessoria de Heinze, ele e a esposa, Sandra, que também testou positivo, não estão com sintomas graves e cumprem isolamento. “Ambos estão bem e apresentam apenas uma leve tosse”, informou.

Em agosto de 2021, Não satisfeito em usar a CPI do Genocídio para disseminar informações falsas sobre medicamentos que não possuem eficácia comprovada contra a Covid-19, Heinze disse que esperava um convite do Senado dos Estados Unidos para defender o uso da cloroquina e da hidroxicloroquina para combater o coronavírus. O senador integrava a tropa de choque de Jair Bolsonaro (PL) na CPI.

Kátia Abreu, Freixo, Campos Neto, Tabata e João Campos também foram infectados

Os casos de Covid-19 têm aumentado muito e rapidamente depois das festas de fim de ano. O meio político também não escapou da doença.

A senadora Kátia Abreu (PP/TO) anunciou, na noite deste domingo (9), que havia testado positivo para Covid, também, pela segunda vez, e que estava cumprindo isolamento.

No sábado (8), Roberto Campos Neto, presidente do Banco Central, informou que estavam com a doença.

Na última semana, os infetados foram os deputados Marcelo Freixo (PSB/RJ), Tabata Amaral (PSB/SP) e seu namorado, o prefeito do Recife (PE), João Campos (PSB). Tabata e Campos também foram infectados pelo coronavírus pela segunda vez, segundo informações do Metrópoles.

Fonte: Revista Fórum

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

VEJA MAIS