Brasil tem pior semana da pandemia com registro de mais de 19,6 mil mortes

Enterro

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

Na semana que se encerrou neste sábado (3), o Brasil registrou número recorde de óbitos por causa da covid-19. Foram mais de 19,6 mil mortes em sete dias, patamar que nunca havia sido alcançado.

O dado exato do Conass (Conselho Nacional de Secretários de Saúde) aponta que foram registrados 19.643 casos fatais entre os dias 28 de março e 3 de abril. A média diária, que chegou a ultrapassar 3 mil na quinta (1) e na sexta-feira (2), agora está em 2.806

Com o resultado desta semana, o país completa sete semanas de alta acelerada no número de mortes. Há dois meses, a soma semanal girava entre 6 mil e 7 mil óbitos.

Somente neste sábado, as secretarias de saúde dos estados registraram 1.987 óbitos. O total de vidas perdidas para a covid-19 desde a chegada do coronavírus ao Brasil alcançou 330.193.

Nesta semana o Brasil registrou 463.235 infectados, após quase um mês com números superiores a meio milhão. Entre o domingo (28) e o sábado (3), houve 43.515 confirmações de novos casos. O total de pessoas que já foram infectadas é de 12.953.597.

Saiba o que é o novo coronavírus

É uma vasta família de vírus que provocam enfermidades em humanos e também em animais. A OMS (Organização Mundial da Saúde) indica que tais vírus podem ocasionar, em humanos, infecções respiratórias como resfriados, entre eles a chamada “síndrome respiratória do Oriente Médio (MERS)”.

Também pode provocar afetações mais graves, como é o caso da Síndrome Respiratória Aguda Severa (SRAS). A covid-19, descoberta pela ciência mais recentemente, entre o final de 2019 e o início de 2020, é provocada pelo que se convencionou chamar de “novo coronavírus”. 

Como ajudar quem precisa?

A campanha “Vamos precisar de todo mundo” é uma ação de solidariedade articulada pela Frente Brasil Popular e pela Frente Povo Sem Medo. A plataforma foi criada para ajudar pessoas impactadas pela pandemia da covid-19. De acordo com os organizadores, o objetivo é dar visibilidade e fortalecer as iniciativas populares de cooperação.

Fonte: Brasil de Fato

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *