Bolsonaro é condenado por crime contra a honra e terá que indenizar a jornalista Patrícia Campos Mello

Jornalista Patrícia Campos Mello

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

“Jair Bolsonaro (sem partido) foi condenado a indenizar a jornalista Patrícia Campos Mello por atacá-la de forma machista ao dizer que ‘ela queria, ela queria um furo. Ela queria dar o furo [risada geral] a qualquer preço contra mim’. A decisão de primeiro grau foi proferida nesta sexta-feira (26) pela juíza Inah de Lemos e Silva Machado, da 19ª Vara do Foro Central Cível de São Paulo”, aponta reportagem de Kalleo Coura, no portal Jota.

O valor foi arbitrado em R$ 20 mil.

“A jornalista Patrícia Campos Mello foi a autora das reportagens na Folha de São Paulo que revelaram e detalharam o esquema irregular, bancado por empresários, de disparo de mensagens anti-PT nas eleições de 2018. O principal beneficiado pelo esquema seria Jair Bolsonaro, então candidato à presidência da República”, diz ainda o jornalista.

A decisão judicial pondera que não há de se falar em liberdade de expressão ou de pensamento, pois ela não é ilimitada, de maneira que deve ser observado o direito alheio, especificamente a intimidade, a honra e a imagem da vítima.

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *