BB, Petrobras e Eletrobras desvalorizaram 100 bilhões neste ano

Sede do Banco do Brasil

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

Levantamento da provedora de informações financeiras Economatica, que monitorou o desempenho das ações da Petrobras, da Eletrobras e do Banco do Brasil, aponta que as três estatais já perderam quase R$ 100 bilhões em valor de mercado apenas neste ano.

As razões para perdas tão grandes confluem para a mesma história em comum. As três passaram por trocas de comando em meio a incertezas sobre o futuro dos negócios. Além de perder valor de mercado, as três companhias têm desempenho pior que o de rivais do mesmo do setor no mercado acionário.

De acordo com analistas, o mercado vê cada vez mais distante a agenda liberal prometida por Jair Bolsonaro (Sem Partido) durante a campanha presidencial de 2018. E vão além: indicam preocupação com a postura mais intervencionista na economia.

Alvaro Bandeira, economista-chefe do banco ModalMais afirma que “no atual governo, não se esperava uma intervenção dessa ordem. Nós tivemos mudanças de presidente na Petrobras, Eletrobras e Branco do Brasil por conta de o governo querer mudar alguma coisa que a gente não sabe muito bem o que é”.

Bolsonaro trocou neste ano o presidente da Petrobras. Insatisfeito com o preço dos combustíveis, ele indicou o general Joaquim Silva e Luna para substituir Roberto Castello Branco no comando da petroleira.

Neste ano, a Petrobras perdeu 22,5% (ou R$ 68,6 bilhões) em valor de mercado. Em dólar, a queda é ainda mais expressiva, de 34,5%. Já as concorrentes internacionais, como Exxon e Chevron, por exemplo, registraram um crescimento de 28,7% e 23,8%, respectivamente.

Fonte: Revista Fórum

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *