Queiroga é recebido na USP com protesto e gritos de “Bolsonaro genocida”

Queiroga recebido na USP com protesto

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

 A visita do novo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, ao Incor (Instituto do Coração), ao Instituto Central do Hospital das Clínicas e ao prédio da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP) nesta quinta-feira (26), foi marcada por uma manifestação feita pelos 72 professores titulares da instituição.

O titular da Saúde foi recebido aos gritos de “Bolsonaro, genocida!”, como mostra o vídeo abaixo.

Os docentes elaboraram um manifesto sobre o combate à Covid-19 com posições contrárias as adotadas pelo governo Jair Bolsonaro. 

No documento, os professores destacam a necessidade de transparência sobre os dados da vacinação, dos casos e mortes relacionados à doença, acesso gratuito e universal à vacinação, além da adoção do distanciamento social como forma prioritária para conter o avanço da pandemia e da rejeição da utilização de medicamentos sem eficácia comprovada. 

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *