Democratas dos EUA preparam lei que aumenta impostos sobre os mais ricos

Presidente Joe Biden

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

Os democratas dos Estados Unidos estão elaborando um projeto lei que aumentaria impostos cobrados de empresas e de famílias de alta renda. A medida seria uma forma de custear o novo plano de investimentos preparado pela Casa Branca.

Depois do recém-assinado pacote de US$ 1,9 trilhão, o governo de Joe Biden se prepara para apresentar outro, de cerca de US$ 3 trilhões, dividido em duas partes.

A primeira seria destinada a projetos de infraestrutura, como estradas, pontes e sistemas de água. A segunda parte se concentraria em medidas de educação e combate à pobreza.

A Casa Branca disse nessa quarta-feira (24) que Biden e sua equipe econômica terminarão o projeto nos próximos dias.

O projeto enfrenta uma série de desafios. É provável que sua aprovação seja mais difícil do que o pacote de alívio à pandemia.

Muitos republicanos se opõem a novos gastos significativos e amplos aumentos de impostos. Eles argumentam que os aumentos prejudicariam a economia em um momento de recuperação.

Muitos elementos do plano fiscal preliminar refletem ideias da campanha de Biden, incluindo o aumento imposto a empresas de 21% para 28%. O plano da Casa Branca também aumentaria os impostos sobre os ganhos estrangeiros das empresas, o que poderia desencorajar o investimento nos EUA e prejudicar a capacidade das empresas norte-americanas de competir nos mercados externos.

A nova lei aumentaria ainda a tributação sobre o imposto de renda para os que têm alta renda e os impostos sobre os ganhos de investimento.

Durante a campanha, Biden propôs aumentar a taxa de imposto de renda de 37% para 39,6% e tributar os ganhos de capital a aproximadamente a mesma taxa que o ganho das famílias com alta renda.

O presidente norte-americano disse na semana passada que os aumentos de impostos não afetariam os cidadãos que ganham menos de US$ 400 mil por ano.

Alguns democratas têm questionado a necessidade de aumentar os impostos para pagar a conta de infraestrutura.

A secretária do Tesouro, Janet Yellen, disse na terça-feira (23) que programas de longo prazo devem ser acompanhados de aumentos de impostos para financiá-los.

“Um plano de longo prazo que atenda às necessidades críticas dessa economia provavelmente seria acompanhado por alguns aumentos de receita”, declarou Yellen.

O senador Joe Manchin, um dos principais democratas da ala moderada do partido, disse na 4ª feira (24.mar) que os legisladores devem aumentar o máximo de receita possível para cobrir o custo da proposta. Ele afirmou que estava aberto a reverter elementos da lei tributária que os republicanos aprovaram em 2017 e elevar a alíquota das empresas para 25%.

Fonte: Poder 360

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *