Biden diz que os EUA “não foram construídos por Wall Street” e defende sindicatos

Joe Biden defende atuação dos sindicatos em discurso

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

“Os Estados Unidos não foram construídos por Wall Street, foram construídos pela classe trabalhadora, e os sindicatos construíram a classe trabalhadora. Os sindicatos colocaram poder na mão dos trabalhadores. Eles nivelam o jogo”.

Ele destacou o papel dos sindicatos na defesa da classe nos grupos minoritários e promete dialogar com as associações durante sua gestão. “Deixe-me ser muito claro: não cabe a mim decidir se alguém deve ser sindicalizado. Mas me deixe ser ainda mais claro: também não cabe ao empregador decidir isso. A decisão de se sindicalizar é dos trabalhadores”.

Citando a pandemia e a crise econômica do país, o presidente americano afirmou: “Não deverá ter intimidação, coerção, ameaça ou propagandas contra sindicatos. Nenhum supervisor deve confrontar os trabalhadores em relação às suas preferências sindicais”.

O discurso de Joe Biden ocorre após a Câmara dos Deputados dos Estados Unidos aprovar uma lei que aumenta o poder de organização dos sindicatos do país.

No fim deste mês, 6 mil funcionários de um armazém da Amazon em Bessemer (Alabama) devem anunciar a decisão sobre a criação de um sindicato para negociar melhores condições com a empresa.

Funcionários da empresa de Jeff Bezos têm se revoltado pelo ritmo intenso de trabalho com os produtos vendidos pela líder mundial de comércio eletrônico e reclamam também dos protocolos adotados pela Amazon durante a pandemia.

Veja o vídeo.

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *