Desemprego chega a 14,2% da população e bate novo recorde, indica IBGE

Fila de desempregados

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

A taxa de desemprego no Brasil alcançou um novo recorde neste final de ano: de acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad-Covid), a população desocupada chegou a 14,2% da força de trabalho. Eram 14 milhões de pessoas sem emprego em novembro, segundo os dados colhidos pelo IBGE.

Segundo o instituto, houve um aumento de 200 mil desempregados em relação ao mês de outubro (aumento de 2%), e 3,9 milhões de pessoas em relação ao mês de maio no início da pandemia (aumento de 38,6%). Apesar disso, a taxa de desocupação se manteve estatisticamente estável, passando de 14,1% em outubro para 14,2% em novembro.

O Nordeste apresentou o único aumento no período, o desemprego na região passou de 17,3% para 17,8%. Nas regiões Norte (15,4%), Sudeste (14,3%), Centro-Oeste (12,2%), e Sul (9,3%), o desemprego se manteve estável.

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *