Deputado Gil Vianna, amigo de Flávio Bolsonaro, morre de Covid-19 no Rio de Janeiro

Deputado Gil Viana e Flávio Bolsonaro

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

O deputado estadual Gil Vianna (PSL/RJ) morreu hoje aos 54 anos vítima de covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus. A informação foi confirmada pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj).

Ele estava internado há oito dias em um hospital em Campos dos Goytacazes (RJ) e teve complicações provocadas pela doença, segundo a Alerj.

Gil Vianna era aliado político e amigo pessoal de Flávio Bolsonaro, senador que, a exemplo do pai, minimiza o coronavírus no Brasil e defende o isolamento social. Nesta terça-feira (19), Flávio foi o único parlamentar a votar contra o adiamento do Enem.


ACOMPANHE NOSSAS REDES SOCIAIS


“Meus sentimentos à família do meu amigo Gil Vianna. Cara do bem, trabalhador e meu colega de partido quando deputado estadual no Rio. Que Deus o tenha e conforte sua família”, escreveu o filho “zero um” do presidente Jair Bolsonaro.

Em 2019, Vianna apareceu em um vídeo ao lado do senador Flávio Bolsonaro, por quem foi elogiado e chamado de “comandante”, responsável por atuar a favor de Bolsonaro na região Norte Fluminense.

Ex-oficial da Polícia Militar e do Exército Brasileiro, onde atuou por 27 anos, Vianna iniciou a sua a carreira política em Campos dos Goytacazes (RJ), sua cidade natal, onde inclusive compôs, pelo PSB, a chapa derrotada de Caio Vianna (PDT) à prefeitura em 2016. Vianna cumpriu o seu mandato de deputado estadual do Rio de Janeiro pelo PSL.

Nas redes sociais, outros parlamentares comentaram a morte do político. “Acabamos de saber do falecimento do também deputado estadual Gil Vianna (PSL), vítima do covid-19 aos 54 anos. Diferenças ideológicas à parte, prestamos nossa solidariedade à família e desejamos força para atravessar esse momento”, publicou Flavio Serafini (PSOL).

O deputado federal Sóstenes Cavalcante (DEM/RJ) prestou solidariedade a amigos e familiares. “Quero deixar minha solidariedade a todos os famílias e amigos. Que o Espírito Santo console a todos”, pontuou.

Com informações do Pragmatismo Político

COMENTÁRIOS

2 respostas

  1. é duro tudo que está acontecendo no mundo com essa doença que tem ceifadi pessoas de todas as idades e classes sociais. que Deus tenha misericórdia de todos e que ilumine o coração dos cientistas para descobrir a cura. em nome de Jesus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *