Para enfrentar pandemia, prefeito da Grande Buenos Aires aumenta imposto municipal sobre bancos em 50%

Juan Zabaleta, prefeito de Hurlingham na Argentina

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

Em meio à dupla crise que vive a Argentina, uma econômica, deixada pelo governo de Maurício Macri, e outra de saúde, pela pandemia do coronavírus, o kirchnerista Juan Zabaleta, prefeito da cidade de Hurlingham, na Grande Buenos Aires, decidiu aumentar o imposto municipal aos bancos e entidades financeiras em 50%

A medida foi anunciada em um vídeo, publicado pelo político nesta quarta-feira (13), em sua conta no Twitter, no qual ele aparece assinando o decreto e mandando um recado aos bancos com sucursais na cidade.


ACOMPANHE NOSSAS REDES SOCIAIS


“As coisas têm ido muito bem para vocês, então, agora é hora de vocês fazerem um esforço em favor das políticas sociais, alimentares e de saúde”, enfatizou Zabaleta.

O prefeito também disse que a cidade estará inaugurando, em breve, um novo hospital, “que necessitará de maior receita orçamentária para começar a funcionar e enfrentar o cenário que temos agora (de pandemia)”.

Zabaleta também informou que o imposto passará a ser cobrado já a partir deste mês de maio.

Confira o vídeo

Com informações da Revista Fórum

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *