Presidente do PT anuncia processo contra advogado de Bolsonaro que ligou PT a “facada”

Gleisi Hoffmann

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

A presidente nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann, se manifestou nesta quinta-feira (14), sobre a conclusão, pela Polícia Federal, das investigações sobre o ataque a faca contra Jair Bolsonaro em Juiz de Fora (MG) na campanha presidencial pelo PSL em 2018. Segundo a PF, não houve mandantes do crime e Adélio agiu sozinho.

A dirigente petista anunciou que ingressará na Justiça contra o advogado de Bolsonaro, Frederico Wassef, Frederick Wassef, que disse ao vivo em um programa na Band na segunda (11) que uma suposta testemunha teria afirmado a ele que o “PT pagou Adélio Bispo para esfaquear Jair Bolsonaro”. 

“Novo inquérito da PF desmente Bolsonaro e seu advogado irresponsável, que terá de se explicar na Justiça sobre acusação safada ao PT”, disse Gleisi pelo Twitter. 


ACOMPANHE NOSSAS REDES SOCIAIS


A investigação da facada foi coordenada pelo delegado Rodrigo Morais e entregue nesta quarta-feira (13) à Justiça Federal em Juiz de Fora. “O que a investigação comprovou foi que o perpetrador, de modo inédito, atentou contra a vida de um então candidato à Presidência da República, com o claro propósito de tirar-lhe a vida”, destaca o delegado no inquérito.

Confira a publicação no Twitter

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *