Joice Hasselmann propõe intervalo de 4 anos para PGR assumir novo cargo, para impedir Aras no STF

Joice Hasselmann

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

A deputada federal Joice Hasselmann (PSL/SP) apresentou nesta quarta-feira (13) uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) para tentar proibir o Procurador-geral da República, Augusto Aras, de assumir uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF).

A indicação do PGR ao Supremo passou a ser considerada pelo presidente Jair Bolsonaro depois que o ex-ministro da Justiça, Sergio Moro, pediu demissão do governo. O ex-capitão avalia que Aras é um bom nome e o considera um “aliado estratégico” do governo.

“Apresentei hoje a ‘PEC ARAS’ que estabelece quarentena de 4 anos para o PGR e impede que o Presidente da República use cargos, como uma vaga no STF, para cooptar o Procurador Geral da República, chefe do Ministério Público, como tentou essa semana”, escreveu Joice no Twitter.

“O PGR é a pessoa mais importante do país no sistema que temos. Ele é o dono da Ação Penal. Só ele pode denunciar o PR da República. Qdo Jair Bolsonaro manda recado que pode indicar Aras ao STF, caso ele preste um bom serviço ao governo, fica clara a tentativa de cooptação”, continuou.


ACOMPANHE NOSSAS REDES SOCIAIS


A deputada afirmou ainda que o PGR não pode ser reconduzido. “Sobretudo, não pode ser nomeado para NENHUM cargo na República. Vaga no STF não pode ser prêmio por prevaricação”, finaliza.

Confira a publicação no Twitter

Com informações da Revista Fórum

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *