Deputada catarinense foi a ato bolsonarista em SP durante a pandemia e pagou hospedagem com o cotão

Caroline de Toni em manifestação

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

A deputada Caroline de Toni, da ala bolsonarista do PSL, recorreu à cota parlamentar para pagar sua hospedagem no hotel Blue Tree da Avenida Paulista na semana em que a pandemia da Covid-19 mudou a rotina do Brasil.

Entre os dias 12 e 15 de março, a parlamentar desfrutou de uma suíte “deluxe premier double” do hotel. Depois, apresentou a nota fiscal de R$ 1.863,75 para ressarcimento da Câmara.


ACOMPANHE NOSSAS REDES SOCIAIS


Naquela semana, o então ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, havia ido ao Congresso participar de uma reunião em que disse que o país passaria a viver “semanas difíceis” em razão do avanço do novo coronavírus. Os bolsonaristas tinham convocado manifestação para o domingo seguinte.

Nota fiscal apresentada pela deputada Caroline de Toni

Caroline de Toni, eleita por Santa Catarina e no seu primeiro mandato, foi a São Paulo marcar presença do ato na Avenida Paulista. Postou várias fotos da manifestação em seu Facebook. E pagou a hospedagem com dinheiro público.

Ver essa foto no Instagram

Veículos preparados para a manifestação. 👍🏻🇧🇷💚

Uma publicação compartilhada por Caroline De Toni (@carolinedetoni) em

Com informações de O Antogonista

COMENTÁRIOS

3 respostas

  1. 1 e ultimo mandato, esta la para nós representar e se quer fazer parte de algum manifesto que faça com seus proprios recursos e não com dinheiro do povo ….fora deputada que não tem nenhum pingo de comprometimento com dinheiro do povo….

  2. Infelizmente, o falso moralismo de alguns personagens desse DESGOVERNO BOLSONARO, descontrolado, genocida, e gigolores do dinheiro público do país, nos deixam​ impressionados​, com a cara de pau de algumas pessoas que estão no poder executivo, legislativo e judiciário, achando que vivemos em um das “ALICES” e dos JOAOS e, dos ZÉ MANÉS…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *