Temer ligou para Bolsonaro para pedir quarentena nacional

Michel Temer e Jair Bolsonaro

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

O ex-presidente Michel Temer disse em debate com os ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso e Fernando Collor de Mello, nesta segunda-feira (4) que ligou para o presidente Jair Bolsonaro no último sábado para falar sobre o surto do coronavírus.

Temer contou durante o debate “Voz da Experiência”, promovido pela TV Conjur, que entrou em contato com Bolsonaro para “dar palpites” sobre o que ele poderia fazer durante a pandemia da Covid-19 e sugeriu a adoção do isolamento social em todo o Brasil.‌‌‌

Segundo o ex-presidente, o ex-capitão escutou os conselhos, mas não o seguiu.


ACOMPANHE NOSSAS REDES SOCIAIS


Apesar disso, ele defendeu que Bolsonaro termine o mandato. “Esse negócio de impedimento é muito ruim… Eu vivi esse período e eu sei que não é útil ao país, é traumático ao país. Eu torço e trabalho de que o presidente termine o seu mandato”, afirmou. “Quando vier a eleição vai se verificar o que fazer”, completou.‌

Para Temer, o presidente deve falar menos à imprensa. Bolsonaro deve falar com jornalistas apenas uma vez por semana e deixar que o porta-voz do governo converse com a mídia nos outros dias.‌

Com informações do ConJur e do Estado de S. Paulo

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *