Após críticas a Bolsonaro, conselheiros do São Paulo fazem pressão por demissão de Raí

Raí, ex-jogador e diretor do São Paulo

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

De acordo com o comentarista Vitor Birner, o diretor de futebol e ex-jogador do São Paulo F.C., Raí, passou a sofrer forte pressão dentro do clube pela sua demissão após afirmar que o presidente Jair Bolsonaro deveria renunciar.

Birner diz que o conselho do clube é conservador e não aceita opinião contrária.‌‌‌

No limite da irresponsabilidade

O diretor de futebol do São Paulo e ex-jogador Raí fez fortes críticas ao governo brasileiro e ao presidente Jair Bolsonaro, durante o programa Globo Esporte, citando que ele deveria pedir renúncia “por estar no limite da irresponsabilidade”. 


ACOMPANHE NOSSAS REDES SOCIAIS


Raí foi criticado também pelo comentarista e ex-jogador Caio Ribeiro que, por sua vez, ouviu bronca do colega Walter Casagrande:‌

“Eu discordo quando você fala que o Raí só tem que falar de futebol, que não pode falar de política. Isso é antidemocrático. Ninguém pode censurar o que o outro está falando. Foge da democracia. (…) Então, você tem que ser mais claro, porque, nesses anos todos, não é a primeira vez que você tem que vir no Bem, Amigos! explicar uma declaração porque você não é claro”, disse Casão.‌

Com informações da Revista Fórum

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *