No primeiro ano de Guedes e Bolsonaro no governo, Bradesco tem lucro de R$ 25,8 bi

Bradesco

COMPARTILHE ISSO

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

Com mais de R$ 604 bilhões em empréstimos, uma alta de 13,8% em relação ao ano anterior, o Bradesco anunciou expansão de 20% em 2019. Presidente do banco, Octavio de Lazari Junior, atuou como garoto-propaganda das reformas do governo em Nova York.


Fique informado, acompanhe o blog Contra Corrente nas redes sociais:
Facebook, Instagram e Twitter


O banco Bradesco anunciou que teve um lucro de R$ 25,8 bilhões em 2019, primeiro ano de condução da política econômica por Paulo Guedes e Jair Bolsonaro. O montante fez com que o banco crescesse 20% no ano.

Somente no quarto trimestre de 2019, o Bradesco anunciou que teve um lucro recorrente de R$ 6,645 bilhões, com alta de 14,0% na comparação com o mesmo período do ano anterior.

O resultado foi puxado principalmente pelos empréstimos, que no quarto trimestre chegou ao valor de R$ 604,9 bilhões, uma alta de 13,8% em relação ao ano anterior.

As empresas foram as que mais recorreram aos empréstimos do banco, com alta de 10,7% no ano, com grandes empresas (+10,9%) pegando mais crédito do que as micro, pequenas e médias (+10,0%).

Garoto-propaganda

Entusiasta do governo Jair Bolsonaro, o presidente do Bradesco, Octavio de Lazari Junior, fez papel de garoto-propaganda das reformas neoliberais impostas pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, em evento com mil agentes do sistema financeiro em Nova York, nos Estados Unidos.

Octavio de Lazari Junior

“Além da estabilidade monetária e da redução da volatilidade, ganhos que vieram para ficar, voltamos a crescer, e reformas importantes estão sendo implementadas”, disse ele na época.

O Bradesco foi o primeiro banco a comemorar a eleição de Bolsonaro. “A partir deste cenário, nos sentimos revigorados para dar início a um novo ciclo de reformas estruturais no sentido de modernização do Brasil”, afirmou Lazari Junior em nota emitida no dia 28 de outubro passado.

Fonte: Revista Fórum

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *