Ao propor nova arte para o Brasil, Secretário de Cultura posta vídeo de inspiração nazista

Roberto Alvim, secretário da Cultura do governo Bolsonaro
Foto: Internet/Reprodução

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

Roberto Alvim , Secretário Nacional de Cultura, copiou a proposta nazista ao propor uma nova arte para o Brasil. Reproduzindo uma fala do ideólogo da propaganda nazista, Joseph Goebbels, ele propôs uma nova arte para o Brasil.


Fique informado, acompanhe o blog Contra Corrente nas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter


“A arte brasileira da próxima década será heroica e será nacional. Será dotada de grande capacidade de envolvimento emocional e será igualmente imperativa, posto que profundamente vinculada às aspirações urgentes de nosso povo, ou então não será nada”, disse ele.

Goebbels já havia dito coisa bem parecida no auge do nazismo. “A arte alemã da próxima década será heroica, será ferreamente romântica, será objetiva e livre de sentimentalismo, será nacional com grande páthos e igualmente imperativa e vinculante, ou então não será nada”, afirmou.

Publicado no perfil oficial da Secretaria Especial da Cultura do governo, o vídeo inclui a ópera de Richard Wagner, compositor preferido dos nazistas ao fundo. Confira:

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *