Chefe da Secretaria de Comunicação de Bolsonaro ganha dinheiro dos grupos de mídia que recebem publicidade do governo

Fabio Wajngarten

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

Reportagem da Folha denuncia que Fabio Wajngarten, chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom), é sócio de uma empresa que recebe dinheiro de emissoras e de agências de publicidade contratadas pelo governo de Jair Bolsonaro.


Fique informado, acompanhe o blog Contra Corrente nas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter!


Responsável por administrar a distribuição de verba para propagandas do governo, a Secom em 2019 gastou R$ 197 milhões em campanhas.

Fabio tem 95% das cotas societárias da empresa FW Comunicação e Marketing. A FW oferece serviço de controle de concorrência e checking e também faz estudos de mídia

A empresa de Fabio Wajngarten “tem contratos com ao menos cinco empresas que recebem do governo, entre elas a Band e a Record”, de acordo com a Folha.

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *