Odebrecht pagou R$ 1,5 bilhão a 77 executivos para que eles aceitassem delatar

Odebrecht

COMPARTILHE ISSO

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

Reportagem do jornal Valor Econômico que grupo Odebrecht pagou para convencer os executivos a se entregarem à Justiça, como condição para a empresa firmar acordo de leniência com a União.

O jornal aponta que a empreiteira arcou com uma despesa de R$ 1,5 bilhão para convencer 77 executivos a se entregarem à Justiça.

“O acordo corporativo da Odebrecht, possível devido aos relatos dos executivos, ficou em R$ 3,8 bilhões, com um prazo de 23 anos para desembolso. De forma simplificada, seria como dizer que o custo financeiro da Operação Lava-Jato para a empresa, sem considerar o reputacional, foi de R$ 5,3 bilhões”, diz o texto.

Segue: “Em média, cada executivo ganhou R$ 19,4 milhões, ou seja, quase uma megasena, para se tornar delator e a empreiteira pagou aos executivos porque isso era condição para fazer seu acordo de leniência com a União. A delação da Odebrecht foi usada, por exemplo, para condenar o ex-presidente Lula no caso do sítio de Atibaia (SP).”

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *