Festival da reforma agrária terá 70 toneladas de alimentos sem veneno

COMPARTILHE ISSO

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp


Por Brasil de Fato

Neste final de semana, de 14 a 16 de dezembro, acontece em Belo Horizonte o 2º Festival Estadual de Arte e Cultura da Reforma Agrária. Organizado pelo Movimento de Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), o evento comemora os 30 anos da organização em Minas Gerais com atividades gratuitas no Parque Municipal.

Na feira, serão oferecidas 70 toneladas de alimentos livres de agrotóxicos, produzidos nos acampamentos e assentamentos do movimento. Serão 120 variedades de produtos, com o destaque para o café orgânico e agroecológico Guaií, produzido no acampamento Quilombo Campo Grande, localizado no município de Campo do Meio, no Sul de Minas.

Além das delícias da roça, a programação conta com 30 atrações culturais, com a presença de cerca de 70 artistas. Sérgio Pererê conta que a intenção é continuar o conceito desenvolvido do Festival Livre Canções de Agora, que reuniu cantores, compositores e poetas no Armazém do Campo, em outubro deste ano. A ideia, segundo o músico, é sair um pouco do universo do show e realizar ações cooperativas entre a música, a poesia e a causa do MST.

“A programação vai navegar no universo da viola, da folia, da MPB, do samba, do hip hop. A gente está tentando fazer uma coisa que tenha a força rural e urbana, trazendo elementos da música ancestral e da contemporânea. Vamos ter fusões, encontros de artistas que já tiveram alguma relação antes ou que ainda se conhecem”, conta Pererê.

Confira a programação completa do festival, clique aqui.

COMENTÁRIOS

Uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *